MAURO GLASHESTER

Conheci a BPro ainda na sede antiga, em abril de 2013, por indicação de uma osteopata com quem estava me tratando.

Na época eu vinha de mais de seis (06) meses de variados tratamentos, em razão de uma inflamação no púbis, já tendo, inclusive, indicação cirúrgica.

Comecei o treino funcional, diretamente assistido pelo Tiago, pelo Jordan, pelo Mayck e pela Fernanda, pouco conseguindo fazer sem dor. O pessoal brincava que eu mais fazia fisioterapia, pelo tipo de liberação miofascial que recebia, do que propriamente treinava. Ao completar cinco (05) meses de treinamento, voltei às atividades físicas normais, inclusive ao futebol.

De lá para cá, nunca mais parei de treinar, seja pelos princípios do treinamento funcional, aos quais me adaptei e penso ser, nos dias de hoje, o melhor conceito para atividade física, seja pela estrutura e atendimento da BPro. A mudança para a nova sede, que inicialmente achei ruim (a antiga era muito próxima a minha casa) rapidamente foi absorvida pela excelente estrutura montada.

Treino sempre no primeiro horário da manhã e tenho um atendimento quase depersonal, uma vez que o número de instrutores a disposição, às vezes, é quase igual ao número de praticantes.

Enfim, posso dizer que o treinamento físico funcional, realmente, mudou minha condição físico/atlética, me possibilitando retomar as atividades esportivas das quais mais gosto: futebol, corrida, stand up paddle, entre outras. Enquanto meu corpo permitir, seguirei treinando, e fiel a BPro, que considero referência em treinamento funcional.

Mauro Glashester – 49 anos – Advogado
Aluno BPro desde 05/04/2013

Fale Conosco pelo WhatsApp